sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Polícia

Servente matou a companheira estrangulada com cinto
                   

 PONTE NOVA - O servente de pedreiro Caio Júlio Cesar da Silva, 24 anos, matou a companheira Núbia de Souza Ferreira, 30 anos, estrangulada com um cinto em Ponte Nova, na tarde de terça-feira, 07/10.

O rapaz foi encontrado pela Polícia Militar ainda durante a tarde. Ele contou que estava morando com Núbia havia dois meses. Caio Júlio contou que teve um desentendimento com a mulher na noite anterior e suspeitou que ela havia tentado lhe envenenar possivelmente colocando algo em sua bebida.

O homem contou que adormeceu na noite de segunda e acordou na terça sentindo-se mal, com fortes dores de cabeça e abdominais e vômitos.

Ainda de acordo com a versão dele, na hora do almoço voltaram a discutir por ciúmes. A mulher recebeu uma ligação de uma pessoa e atendeu do lado de fora de casa, gerando a suspeita no marido de que estava sendo traído.

Caio Júlio alegou que, por conta das suspeitas, começaram a brigar e estrangulou a mulher com um cinto sem fivela.

Os policiais encontraram a mulher caída em um cômodo da casa com o cinto ainda no pescoço.

O autor foi conduzido preso para a delegacia de Ponte Nova.

Carlos Henrique Cruz - portalcaparao

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Cadastre-se!

Seguidores